Reino do meu Querer.

Jesus para Luisa
“Minha filha, quando teu Jesus foi concebido, reativei de novo o Reino de minha Vontade Divina com as criaturas. Era necessário que Ela tomara domínio absoluto em minha Humanidade e tivesse sua Vida livre em todos meus atos, para poder estender seu Reino como queria em minha Humanidade. Assim tudo que Eu fazia: Obras, orações, respiração, batidas do coração e sofrimentos, eram vínculos, retomada do Reino de meu Fiat com as criaturas. Eu representava o novo Adão, que não só devia dar os remédios para salvar-los, senão devia reaver, restituir o que o velho Adão perdeu; por isso me foi necessário tomar a natureza humana para poder encerrar nela o que a criatura havia perdido, e por meu intermédio dar-lo de novo. Era de justiça que minha Vontade Divina tivera uma natureza humana a sua disposição e que nada se opusera, para poder de novo estender seu Reino em meio das criaturas, muito mais que uma natureza humana lhe havia quitado seus direitos de reinar, por isso se necessitava outra que lhe restituis-se seus direitos. Por tanto minha vinda a terra não foi pela Redenção só, mais bem, a primeira finalidade foi formar o Reino de minha Vontade em minha Humanidade, para dar-lo novamente as criaturas; se isto não fosse assim, minha vinda sobre a terra seria uma obra incompleta, não digna de um Deus, que nada menos não haveria podido restabelecer a obra da Criação, a ordem como saiu de nossas mãos criadoras, que em tudo devia reinar nossa Vontade. Agora, para que estes reativamento que formou minha Humanidade de meu Reino com as criaturas, pudessem ter validez, vida e ser conhecidos, era necessário que elegesse uma criatura, que dando-lhe por ofício especial que fizesse conhecer este Reino de meu Querer, vinculara com ela todos estes reativamentos que havia formado minha Vontade com minha Humanidade, dando-lhe capacidade de transmitir estes reativamentos de meu Reino a as outras criaturas. Por isso estou no fundo de tua alma mantendo a Vida do Fiat Supremo, para vincular estes reativamentos e estender nela seu Reino, e te falo tanto dEle como a nenhum outro até agora lhe falei, portanto seja atenta, que se trata da coisa maior, qual estabelecer a ordem da Criação entre o Criador e a criatura.
Não só isto, senão que era necessário que escolhera primeiro uma criatura que vivesse no Fiat Divino para receber dela atos universais, porque minha Vontade é universal, se encontra por todas as partes, não há criatura que não recebe sua Vida. Agora, o homem com subtrair-se de minha Vontade rechaçou um bem universal, tirou a Deus a glória, a adoração, o amor universal, assim que para dar novamente este Reino, estes bens universais, quer por direito que primeiro uma criatura vivendo neste Fiat, se o comunique este ato universal, e conforme ama, adora, glorifica, reza, se constitui junto com seu mesmo Querer amor universal por todos, adoração e glória por cada criatura, e difundindo sua oração como se cada um reza, roga em modo universal que venha o Reino do Fiat Divino em meio as criaturas. Quando um bem é universal se necessitam atos universais para obter-los, e só em minha Vontade há estes atos. Conforme tu amas nEla, teu amor se estende onde queira que ela se encontra, e minha Vontade sente teu amor em todas as partes, se sente seguir por toda a parte, portanto sente em ti o primeiro amor como havia estabelecida que a criatura a amara no princípio da Criação, sente sua cópia em teu amor que não sabe amar com amor pequeno e finito, senão com amor infinito e universal, sente o primeiro amor de Adão antes de pecar, que não fazia outra coisa que repetir a cópia fiel da Vontade de seu criador, e se sente como atraída por estes atos universais que a seguem por todas as partes para vir a reinar de novo em meio as criaturas; por isso escolhi minha filha, e em meio de sua estirpe, não só para manifestar-te os conhecimentos, os bens, os prodígios deste Fiat, senão para fazer que tu, vivendo nEle, com teus atos universais inclinasses a minha Vontade para vir a reinar novamente como no princípio da Criação em meio das criaturas. Por isso a ti é dado unir a todos, abraçar a todos, afim de que encontrando a todos e tudo em ti, como tudo se encontra em minha Vontade, farás que se ponham de acordo, se darão um beijo da paz e meu Reino será estabelecido em meio as criaturas. Eis aqui o porque a necessidade dos conhecimentos, das maravilhas de meu Fiat Divino, para dispor a as criaturas, para animar-las a desejar, a querer, a suspirar este Reino e os bens que há nEle; e a necessidade de eleger primeiro a uma criatura que vivendo nEle, com seus atos universais que lhe subministra meu Querer, que são atos divinos, consiga o Reino de meu Fiat para as criaturas. Eu faço como um rei cujo povo foi rebelde as suas leis, o rei usando de seu poder, a quem coloca na prisão, a quem manda para o exílio, a quem tira o direito de possuir, em suma, a todos do castigo que justamente merecem. Agora com o passar do tempo o rei tem compaixão de seu povo, escolhe a um de seus ministros mais fiéis e abrindo seu coração dolorido diz: ‘Quero fiar-me em ti, escuta, decidi dar-te o mandato de que me chames os pobres exilados, que libertes os prisioneiros, que restituas o direito de possuir os bens que lhes tirei, e se me são fiéis lhes duplicarei seus bens, sua felicidade’ Trata largamente com este ministro de sua confiança, planejando tudo o que se deve fazer, ainda mais que este ministro estava sempre junto ao rei, rogando por seu povo, que desse a todos graça do perdão e da reconciliação. Então depois de haver planejado juntos em segredo, chamam os demais ministros dando ordem de que façam chegar a boa notícia me meio de todo o povo, nas prisões, no exílio, de como o rei quer fazer a paz com eles, que quer que cada um regresse a seu lugar e todos os bens que o rei os quer dar; e quando se espalham estas belas notícias, desejam, suspiram, se dispõe com seus atos a receber a sua liberdade e o Reino perdido por eles; agora, enquanto se difundem as notícias, o fiel ministro está sempre junto ao rei, incitando com rogos incessantes para que o povo receba o bem estabelecido entre eles. Precisamente isto é o que Eu fiz, porque o que se pode fazer entre dois, o tu por tu, no segredo da dor de amor de dois seres que se amam e que querem ao mesmo bem, não se pode fazer entre muitos. Um dor secreta e amor de teu Jesus, unidos com a alma que elejo, tem tal poder: Eu de dar e ela de impetar o que se quer; o segredo entre tu e Eu madurou os tantos conhecimentos que te dei do Reino de meu Fiat Divino, fez ressurgir teus tantos atos nEle; o segredo entre tu e Eu me fez desafogar minha dor tão grande e de tantos séculos nos quais minha Vontade, embora estivesse no meio das criaturas, era vida de cada ato delas, não a conheciam, a tem em estado de agonia contínua. Minha filha, uma dor minha desafogada no segredo do coração de quem ama, tem a virtude de mudar a justiça em misericórdia e minhas amarguras se transformam em doçuras. Então, depois que me fiei em ti, planejando juntos tudo, chamei os meus ministros dando-lhes ordem de fazer conhecer ao povo as belas notícias sobre meu Fiat Supremo, seus tantos conhecimentos, e como chamo a todos que venham a meu Reino, que saiam do cárcere, do exílio de sua vontade, que tomem possessão dos bens perdidos, que não vivam mais infelizes e escravos da vontade humana, senão felizes e livres em minha Vontade Divina. E como este segredo teve a virtude de dizermos coração a coração as tantas manifestações maravilhosas do eterno Fiat, saindo fora este nosso grande segredo, fará tanto caminho no povo, que surpreendidos rogarão com suspiros que venha meu Reino que porá término a todos seus males”.

Fonte: Libro de Cielo de Luisa Piccarreta. Parte do relato de 16 de Março de 1927. Tradução de Espanhol para o Português por JNW.

Anúncios

0 Responses to “Reino do meu Querer.”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: