Por que ter medo de mim? Digam-me SIM.

Jesus Amor
Minha querida filha que amo, eu, Jesus Amor, te faço começar de novo tua escrita para que as palavras sejam claras para ti.

Tu estas escutando-me. Te amo e te quero completamente em mim. Minha filha, te amo. Tudo vem de mim, tudo estás em mim, Jesus, teu Deus Todo-poderoso. Te amo tanto. Escreve tudo o que é de mim. Eu sou bom, claro, não complicado. Sou simples e humilde de coração. Tu és minha, eu sou teu. Tudo é a Vontade Divina.

Os filhos que meu Pai do Céu me deu, os quero a todos em mim, como estou por completo nesta filha.

Meus filhos, eu respeito seu caráter, seus costumes de “demasiado” ou de “não suficiente”. Não exijo nada que não possam dar-me. Eu sou tão bom, tão puro! Por que ter medo de mim? Seu SIM é necessário para seu abandono em mim. Eu tenho as mãos atadas quando se SIM ao abandono não foi pronunciado. Seu atuar é o de vocês, não o meu, meus filhos.

Quantos entre vocês navegam sós, sem mim, seu Jesus Amor! Vocês vão por caminhos demasiados difíceis; encontram tantos perigos. Vejam por vocês mesmos quantas infelicidades há ao seu redor. A violência e os mortos os fazem estremecer. Vocês tem medo. Pela noite, vocês cerram com ferrolhos suas portas, têm medo dos ladrões que levam seus bens e sobre tudo que ataquem seus corpos.

Sim, meus filhos, vocês não estão seguros na terra. Sabem por que? Porque estão sós. Sabem meus filhos, que quando se está só, se corre o risco de encontrar-se em um impasse onde tudo está escuro, onde nada vai bem; se é infeliz sem o amparo do amor.

Meus filhos, seus pontos de apoio e seu amor são tão frágeis. Tudo pode vir abaixo no momento que vocês menos esperam. Eu, Jesus seu Salvador, seu Libertador, quero tomar-los em meus braços para fazer-los avançar em seu caminho, ele de vocês, não do outro. É comigo, Jesus Amor, que devem avançar.

Eu sou o caminho onde tudo é fácil, claro, sem armadilhas. Eu sou a Luz que esclarece seus passos. Sou a Verdade que os ajuda a não cometer demasiados erros. Meus filhos, mais seu SIM é sincero, puro e nobre, mais avançam na felicidade. Tudo se torna para vocês tão simples: não mais medo, não mais erros. Suas angústias, suas fobias, seus defeitos, já não existem; vocês amam! Sim, meus filhos, vocês se convertem o que eram desde a muito tempo: o amor.

É o pecado que lhes tirou o amor. O Amor não pode coabitar com o pecado, ele o combate. O pecado é falso, mentiroso, violento, egoísta, tão vão, tão perverso. Tudo nele é tão negro, tão frio, tão só; tudo nele é maldade. Eu os falo do Maligno. Ele toma a confiança em vocês sem que se deem conta, meus filhos. Ele ata seus corpos com cadeias que os fazem tão mal.

Quantos se reconhecem na enfermidade, no suicídio, na violência, na dominação do dinheiro, para cobrir sua falta de amor? Vocês estão dispostos a forçar seu próximo para que lhes dê esta felicidade que lhes falta em seu interior. O amor não se compra, meus filhos. Não pode ser forçado, nem maltratado. Ele é tão bom, tão doce!

Meus filhos, quando vocês sentem agredidos por outra pessoa, o Maligno aproveita e busca fazer-los reagir violentamente contra seu próximo. É ele que os faz reagir com cólera; vocês não podem controlar seu medo, sua pena, seu desespero.

O amor não é assim: ele é gratuito, livre, verdadeiro, doce; ele dá, ajuda, ele á tão bom. O Amor perdoa. Quando vocês dão seu SIM ao Amor, vocês se dão a oportunidade de serem felizes. É tão bom saber que vocês não estão sós, que têm um amigo: Jesus.

Sou eu, o Amor, que caminha com vocês, em vocês, em sua vida. Por meu poder, vocês estão seguros. Digam-me que me amam e que me entreguam sua preocupações, suas esperanças de amor. Eu os preencherei, lhes darei o que lhe falta, o amor. Este amor os trarás a felicidade em vocês mesmos e com seu próximo.

Meus filhos, eu estou em cada um de vocês. Eu estou em ti, em cada um de todos vocês. Quem queira que seja, eu os amo, meus filhos, pouco importa que sejas o pior do rebanho. Eu vim a terra pelo pior do rebanho, pelo mais infeliz. Eu estou em vocês. Não duvidem, meus filhos, que os amo. Jesus, o Rei do amor, os quer a todos comigo. Vocês são minha pessoas, melhor ainda meus amigos do Reino.

Venham, meus amigos, seu lugar está ali que os espera em mim, eu sou a Vida eterna. Nada morre em mim. Eu sou a Vida que jamais termina. Amem, eu os digo, quem morre em mim tem a vida eterna. Amém.

Fonte: Tradução livre da mensagem nº 116 de 23 de Maio de 2001, do Primeiro Volume do livro “Amor para todos los míos, Jesus”. Por ‘La hija del sí a Jesús’, editado (em francês) em Granby, Canadá por Les Éditions FJ, traduzido para o Espanhol por Sabino y Sulema Alas. Tradução para o Português por JNW.

Anúncios

0 Responses to “Por que ter medo de mim? Digam-me SIM.”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: